quinta-feira, 17 de abril de 2008

breve desabafo de um ser tolo

Odeio carência, não a dos outros, a minha mesma.
Odeio depender de alguém ou de algo.
Odeio esse sentimento de expectativa de algo bom, que de repente vai pelo ralo abaixo.
Odeio ainda mais pq não tenho quem culpar, no final, como já era no início, a culpa é minha mesmo.

2 comentários:

Renovatio disse...

nao se culpe.... a culpa sempre pode ser compartilhada....

milhoes de beijos e te adoro!

Miguel Barroso disse...

Ter essa consciência já é bom. A culpa e o auto-ressentimento muitas vezes exacerbam a auto-piedade e a raiva, ou ódio. Percebo-te bem...

A SEIVA